Artigo

A cara do Brasil

Afonso Pola
10/05/2022 às 05:30
Atualizada em 10/05/2022 às 07:11.
divulgação

Afonso Pola - FOTO: divulgação

Vivemos em um país destroçado por uma. Algumas dessas crises são perenes, pois nos acompanham desde o nosso suposto "descobrimento". Nunca, na história desse país (pós início da colonização), interrompemos a promíscua relação entre os âmbitos público e privado.

Só para citar um exemplo: a Petrobras privatizou seus gasodutos para a Transportadora Associada de Gás S.A (TAG) por R$ 36 bi e gasta R$ 3 bi ao ano para alugar gasodutos que privatizou. Com a privatização, em pelo menos dez anos, a petroleira vai gastar todo o "lucro" com a venda do ativo em pagamento de aluguel do gasoduto que antes fazia parte do seu patrimônio.

Assim como a Hidra, nossas crises ressurgem a todo momento, minando nossa frágil democracia e corroendo as bases da nossa sociedade. Temos um governante de plantão que, desde o início do mandato e no exercício de suas funções, comete a famosa "quebra de decoro" dia sim e outro também. Mente de forma compulsiva sem que as outras instituições demostrem a necessária capacidade de brecá-lo.

Mas o mais trágico é perceber que o país parece ter se rendido ao que é feito ao arrepio da lei. Senão vejamos: a compra de aparelho desbloqueador de canal de TV pago é considerada um crime de receptação de mercadoria ilegal e pode levar a pessoa para uma detenção de, pelo menos, um ano, mesmo que eles sejam produzidos legalmente. No entanto, em diversos meios de comunicação e plataformas digitais, vemos propaganda promovendo esses aparelhos sem nenhum pudor. E é importante dizer que muitos dos ditos "cidadãos de bem", que praticam um discurso extremamente moralista, fazem uso disso e se orgulham de sua esperteza.

O mesmo vale para essas propagandas de empresas que anunciam nos canais das TVs aberta, prometendo reverter as punições que te impedem de dirigir (suspensão e cassação da habilitação).

Ou seja, vivemos em um país onde muitos crimes acontecem às claras, com a benção das nossas capengas instituições.

Afonso Pola é sociólogo e professor

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

(11) 4735-8000
editor@moginews.com.br
editor@jornaldat.com.br
aline.portalnews@moginews.com.br

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News