Artigo

Saúde funcional

Dr. Luiz Felipe Da Guarda
15/07/2022 às 05:30
Atualizada em 15/07/2022 às 06:05.
divulgação

luiz - FOTO: divulgação

As quedas são a segunda maior causa de mortes por lesões não-intencionais no mundo, ficam atrás somente dos acidentes de trânsito. Estima-se que as quedas causem quase 700 mil mortes por ano em todo mundo. Os dados são da Organização Mundial da Saúde (OMS). A maior parte das vítimas são idosos.

De acordo com a OMS, 37,3 milhões de quedas são graves o suficiente para necessitar de cuidados dos profissionais da saúde por todos os anos de vida. Sem dúvida mais um problema de saúde pública, como também para as operadoras de saúde do país.

Além do risco de morte, as quedas diminuem consideravelmente a qualidade de vida dos idosos, que representam um percentual cada vez maior na população brasileira e também mundial. Segundo a OMS, até o ano de 2050, o número de pessoas com 60 anos ou mais aumentará no mundo de 900 milhões para 2 bilhões.

O envelhecimento da população está acontecendo cada vez mais rápido. A França teve 150 anos para se adaptar ao crescimento do número de idosos na população, que passou de 10% para 20% no período. O Brasil, pelo contrário, terá um pouco mais de 20 anos para fazer as mesmas adaptações tão necessárias.

No Brasil acidentes por quedas da mesma altura acontecem diariamente, principalmente envolvendo indivíduos com mais de 65 anos de idade.

A grande problemática não são apenas as lamentáveis mortes ocasionadas devido às quedas, mas as consequências como a redução da capacidade funcional e das atividades da vida diária, assim como o declínio da capacidade cognitiva e a hospitalização, e em alguns casos, a necessidade de próteses e órteses.

A promoção e prevenção de saúde realizada por meio de uma equipe multidisciplinar sempre será o melhor caminho para a redução desses acidentes. Por isso a inclusão de fisioterapeutas na atenção básica de saúde é de fundamental importância.

Dr. Luiz Felipe Da Guarda é fisioterapeuta e presidente do Conselho Municipal para Assuntos da Pessoa com Deficiência (CMAPD).

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News