22
Editorial

Moradia

19/07/2022 às 05:30
Atualizada em 19/07/2022 às 06:09.

Uma das necessidades primordiais da população certamente é a moradia. O déficit habitacional é uma realidade no país, o que torna fundamental a criação de iniciativas que transformem essa realidade e deem um teto para quem precisa. Em Mogi das Cruzes, com frequência temos visto casos de derrubada de imóveis em áreas ocupadas irregularmente, como ocorreu na Vila São Francisco, e neste fim de semana, no Jardim Layr.

Situações que mostram o agravamento e a urgência da questão habitacional na cidade, com certeza também impactada pela crise provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), que fez com que muitas famílias perdessem sua fonte de renda, e não tivessem mais condições de arcar com o aluguel. Com certeza uma triste realidade não apenas local, mas de abrangência nacional.

Olhar para essas famílias, para as ocupações, ressalta a urgência de programas voltados para a questão habitacional, como o Programa Habitacional Mogi Meu Lar, lançado recentemente pela Prefeitura de Mogi. A iniciativa prevê a requalificação de moradias, a produção de novas unidades habitacionais, a abertura de um novo cadastro municipal de Habitação, o lançamento de um portal da Habitação e também o avanço no programa municipal de regularização fundiária.

Uma das primeiras etapas do programa municipal começou no último sábado, com a presença do presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), Silvio Vasconcellos, e o lançamento do programa Viver Melhor na cidade, primeira beneficiada na região. Mais de 700 imóveis de locais considerados precários na Vila Estação, Jundiapeba e Vila Nova União, vão ser recuperados tanto internamente como externamente. Em todo o Estado, serão mais de 17 mil unidades recuperadas.

Iniciativa necessária que interfere diretamente na qualidade de vida dos munícipes. Morar em um local em condições adequadas é sinônimo de saúde também. Claro que ainda há muito a ser feito, e ações ainda no papel cdo programa da Prefeitura, mas é fundamental dar o primeiro passo, o que deve impactar milhares de pessoas que vivem em regiões de vulnerabilidade social na cidade.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News