22
Editorial

Tamareira

24/07/2022 às 06:00
Atualizada em 24/07/2022 às 06:00.

Todos já ouviram, em algum momento da vida, das fábulas de origem árabe sobre as tamareiras - árvores que suportam os rigores do clima desértico, mas que demoram décadas até conseguir dar frutos. Como metáfora do empenho de longo prazo, elas representam um outro aspecto da sociedade: o esforço necessário e o compromisso com a criação de uma base sólida.

O problema habitacional no Brasil não é uma moda de verão: qualquer livro de história mostrará eventos desde o final do século XIX sobre a migração, déficit habitacional, o preconceito racial e outros fatores que contribuíram para a criação das primeiras favelas, que se tornaram símbolo da desigualdade racial e social no Brasil.

O mais recente caso de morticínio em uma comunidade do Rio de Janeiro, onde 19 pessoas foram mortas em uma ação policial no Complexo do Alemão, é o resultado desta equação que vem sendo escrita há mais de um século e que ninguém tem coragem de resolver.

Toda e qualquer iniciativa voltada para a redução do déficit habitacional e a consolidação de políticas públicas voltadas à dignidade de todos os moradores de todos os bairros de uma cidade pode e deve ser celebrada. Mas também deve ser acompanhada com interesse e zelo por toda a comunidade - da sociedade civil, dos meios de comunicação e das autoridades que se comprometeram a atuar de forma ativa.

O projeto habitacional apresentado pela Prefeitura de Mogi das Cruzes, com a promessa de realização de um novo cadastro habitacional para o mês de julho, é a semente de tâmara que poderá render frutos ao futuro da cidade. Mas para que esta semente germine, é preciso mais do que a vontade política: é preciso ter a humildade de saber que os nomes daqueles que se envolverem poderão se perder da memória durante a caminhada de longo prazo, e que sua vontade de contribuir deve ser maior que o desejo por aplausos ou aprovação pelo voto.

A árvore da habitação, como tantas outras em nosso país, foi negligenciada tempo demais. Que a nova geração se atente ao futuro e comece hoje a plantar o futuro.

 

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Categorias
Entre em contato:

(11) 4735-8000
[email protected]
[email protected]
[email protected]

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News