Editorial

Carga de impostos

12/02/2022 às 05:30
Atualizada em 12/02/2022 às 05:30.

A grande carga de impostos no país é um problema que atravessa gerações, e infelizmente, quase nunca se reverte em serviços públicos de qualidade. Não causa surpresa o aumento de impostos pagos pelos moradores da cidade da região, como destaca uma das reportagens de hoje. Os dados são do Impostômetro, criado pela Associação Comercial de São Paulo, que há tempos registra os números crescentes do volume de impostos pagos pela população.

Em um período como agora, há impostos que lembramos com mais frequência, afinal é tempo de pagar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), que em cidades como Mogi, ainda estão sendo feitas as entregas dos carnês, e também o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), que dependendo do final da placa do carro, o pagamento já ocorreu, seja na forma de parcela única ou dividido em valores mensais.

No caso do IPTU, o tributo se reverte diretamente para a cidade, e contribui para o Orçamento, enquanto o valor do IPVA, é dividido entre o governo estadual e os municípios. O objetivo em comum deve ser resultar em melhoria dos serviços públicos. É o que todos almejamos.

Mas nem todos os impostos são tão evidentes, eles estão em cada produto e serviço que consumimos, correspondendo por vezes até metade do item adquirido. Um levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) apontou dez produtos com mais impostos no país. O ranking é liderado por cigarro e cachaça, e se estende para artigos importados como perfumes, maquiagem e smartphones.

Itens supérfluos, mas que representam a ponta de um iceberg. Se pensarmos na cesta básica e focarmos no arroz, por exemplo, de acordo com o site do Impostômetro, os impostos correspondem a 17% do total que pagamos. Já no óleo de cozinha, os tributos são 22% do valor final.

Dados que nos fazem pensar no que damos aos nossos governos e no que recebemos de volta. É preciso cobrar para encontramos um equilíbrio nessa balança, e termos acesso a serviços públicos, especialmente na saúde e educação.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

(11) 4735-8000
editor@moginews.com.br
editor@jornaldat.com.br
aline.portalnews@moginews.com.br

Av: Japão, 46 - sala 06 - Vila Ipiranga - Centro - Mogi das Cruzes

© 2022 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News