Viver devagarinho

Arde o peito quando a vida aperta

pensamentos e queima devagarinho

o coração sempre que vai embora

e passa bem pertinho dos sonhos

que nos perseguem que atrás deles

não estejamos ou nos percamos.

Viver é sonhar, acreditar e lutar para

não cair, mas se cair for o caminho

pois que venha quando quiser pois

estarei a postos para o abraçar tal

como a qualquer outra coisa que

me pertença ou esteja destinada.

Autor desconhecido

A mensagem publicada nem sempre está associada à pessoa homenageada