Você tem medo?

Sabia que o medo é importante para o desenvolvimento emocional, principalmente das crianças? Saiba quando o medo prejudica a qualidade de vida da criança, impedindo de enfrentar as dificuldades com mais segurança.
O medo provoca ansiedade. Há medos que são importantes para a nossa segurança, como o de contrair uma doença, isso faz com que tomemos mais cuidados. Há medos "comuns" que fazem parte do crescimento infantil, como o do escuro, o de dentistas e o de personagens, como o Papai Noel, mas basta o contato dos pais para a criança sentir-se protegida. Há medo exagerado e muitas vezes fantasioso, e isso não é bom, pois a criança poderá desenvolver distúrbios de ansiedade e fobias. São medos sem justificativas reais e podem até causar dor de barriga e náusea. Fique atento aos sinais e procure ajuda de um psicólogo.
Lembre-se: "Os filhos são espelhos dos pais", essa influência interfere diretamente na formação da personalidade.
Não use do medo da criança para conseguir algo. Ameaças vão intensificar os seus temores. Fale sempre a verdade sobre os medos reais, não invente histórias, as crianças são muito atentas e mentir não a ajudará a enfrentá-los. Converse sem julgar, escute-a dizer o que ela teme e jamais a critique, apenas encoraje-a. É importante que a criança se sinta segura para compartilhar seus medos sem julgamentos.
Apoie e confie, assim a criança terá a autoestima elevada, comportamento autônomo e seguro, sentindo-se mais amada.